Home / Geral / DETRAN-PR reconhece o impacto das drogas no trânsito e participa do Maio Amarelo

DETRAN-PR reconhece o impacto das drogas no trânsito e participa do Maio Amarelo

A nova Lei dos Caminhoneiros no Estado do Paraná já começa a trazer resultados. Desde o mês de março, período em que a Lei 13.103/15 passou a valer, o estado contabilizou mais de 17 mil motoristas paranaenses que realizaram o teste. Apesar de alguns órgãos fiscalizadores de trânsito resistirem à nova exigência, o DETRAN-PR reconheceu os efeitos causados por condutores usuários de substâncias psicoativas no trânsito. Segundo o diretor-geral do DETRAN-PR, Marcos Traad, as drogas são um problema grave por gerarem riscos à população.

Os efeitos das drogas também são abordados pelo psicólogo especializado em Neurociência Naim Akel Filho, que ilustra o perigo causado por elas: “Diante de qualquer situação extraordinária ou inesperada – que no trânsito ocorrem com frequência –, o cérebro é mais exigido e os efeitos das drogas fazem com que ele demore para reagir ou elicie respostas inadequadas, como acelerar em vez de frear”, explica.

Desde o início do ano, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) tem feito apreensões de drogas nas estradas do Paraná. As mais populares nessas ações são maconha, cocaína, crack e haxixe. Em 2015, cerca de 60 mil comprimidos de anfetaminas foram recolhidos em ações pela PRF em todo estado.

Campanha Maio Amarelo DETRAN-PR

No mês escolhido pelo Movimento Maio Amarelo para lutar contra o alto índice de acidentes no trânsito, ações como a do DETRAN-PR conscientizam a população através de peças inspiradas em fatos reais.

Confira abaixo o vídeo produzido pelo DETRAN-PR.

Fonte: Radar Nacional.

Sobre: Exame Cabelo

Veja também

7 atitudes que levam a suspensão imediata da CNH

Fique atento e conheça 7 atitudes que levam a suspensão imediata da CNH. Acredite se …