Home / Geral / Exames Toxicológicos reduzem em 25% acidentes nas estradas do Paraná

Exames Toxicológicos reduzem em 25% acidentes nas estradas do Paraná

Dados do Detran do Paraná afirmam que a obrigatoriedade dos Exames Toxicológicos contribuiu para a redução de acidentes de trânsito no Estado. É o que afirma a reportagem do Jornal O Paraná, publicada no último dia 28/08/2016. Segundo a publicação local, a exigência dos Exames Toxicológicos ajudou a reduzir em 25% os acidentes nas estradas, no primeiro semestre do ano.

Desde março deste ano, quando a Lei Federal 13.103/15 entrou, efetivamente, em vigor e tornou obrigatória a realização dos exames toxicológicos de larga janela de detecção aos motoristas de veículos pesados, as clínicas credenciadas ao Detran do Paraná realizaram mais de 62 mil procedimentos.

Leia a Reportagem na íntegra:

Exigência de exames ajuda a reduzir acidentes em 25%
Veículo: O Paraná – Página: 01 07 – Autor: Não assinado
Data: 28/08/2016

O número de acidentes com caminhões nas estradas do Paraná caiu 25% nos primeiros sete meses deste ano em comparação com igual período do ano passado. Um dos motivos da diminuição é a aplicação de lei obrigando a realização de exames toxicológicos para renovação da carteira de motorista. De março para cá foram realizados 62,3 mil exames no Paraná.

Cascavel – Desde março deste ano, quando os exames toxicológicos de larga janela de detecção se tornaram obrigatórios aos motoristas de veículos pesados, as clínicas credenciadas à autarquia do Estado realizaram 62.393 procedimentos até julho, dos quais 9.537 pertencem à região Oeste. Os dados são da Coordenadoria de Habilitação do Detran (Departamento de Trânsito do Paraná).

Conforme o coordenador Farid Gelasco Malschitzky, a realização dos exames de forma obrigatória foi inserida no CTB (Código de Trânsito Brasileiro) pela Lei Federal 13.103 de 2 de março de 2015, com o intuito de reduzir as estatísticas de acidentes de trânsito. “O exame é de suma importância para o combate aos acidentes de trânsito. Além disso, nesse período de vigência da legislação foi observado o nivelamento de condutores que efetivamente utilizam a categoria pesada (C, ou E) contra aqueles que não mais utilizam e solicitaram reclassificação para categoria menor (B), por não necessitar do exame”, relata o coordenador.

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), no ano de 2015 foram registrados nas rodovias federais do Paraná 2.978 acidentes envolvendo caminhões, com 31 mortes e 470 feridos. Somente de janeiro a julho do ano passado foram 1.901 ocorrências, 17 óbitos e 274 feridos. Já em 2016 as estatísticas mudaram, caindo 25%. No mesmo período a PRF contabilizou 1.423 acidentes, com 14 mortes e 295 pessoas feridas.

DESTINACÃO – O coordenador de habilitação do Detran/PR explica que os condutores habilitados nas categorias C, e E que precisam renovar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação), bem como os candidatos a obtenção dessas categorias, devem realizar exame toxicológico nos pontos de coletas dos laboratórios credenciados pelo Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).

O Detran apenas recebe, via sistema, o resultado. “No caso de detecção de substância proibida mantida pelo médico perito de trânsito, o condutor tem seu processo de renovação bloqueado por três meses. O laudo contendo o resultado do exame deve ser apresentado para o médico credenciado no momento do exame de aptidão física e mental”, diz. Caso não seja apresentado, o condutor receberá o resultado de inapto temporário, devendo recolher nova taxa de exame até obter o laudo e passar novamente pela avaliação do médico credenciado. Estando reprovado no exame de aptidão física e mental devido ao resultado do exame toxicológico, o condutor pode optar pelo rebaixamento de sua categoria ou cumprir o prazo de inaptidão temporária de três meses, devendo então realizar novo exame toxicológico e passar por nova avaliação médica em momento futuro, sob o recolhimento de nova taxa de exame de aptidão física e mental.

Sobre: Exame Cabelo

Veja também

7 atitudes que levam a suspensão imediata da CNH

Fique atento e conheça 7 atitudes que levam a suspensão imediata da CNH. Acredite se …