Home / LABET / O fórum Resultados do 1º ano do Exame Toxicológico para motoristas profissionais aponta dados positivos.

O fórum Resultados do 1º ano do Exame Toxicológico para motoristas profissionais aponta dados positivos.

Considerado o 3º país que mais mata no trânsito, ficando atrás apenas da China e da Índia, o Brasil hoje acumula uma média de 50 mil mortes por ano no trânsito, de acordo com o seguro obrigatório DPVAT.

Embora o número ainda assuste, com a obrigatoriedade do Exame Toxicológico os acidentes em rodovias brasileiras caíram cerca de 40% desde a sua implantação. Em contrapartida ao dado positivo, especialistas têm comprovado que o aumento da carga horária de 8 para 12 horas contribui para o uso de substâncias psicoativas pelos caminhoneiros.

Para refletir sobre essas mudanças e como elas impactam o dia a dia nas estradas, o Instituto de Tecnologias para o Trânsito Seguro (ITTS) promoveu o fórum Resultados do 1º ano do Exame Toxicológico para motoristas profissionais. O evento contou com vários especialistas do setor, além de convidados especiais, como o ministro das Cidades, Bruno Araújo, e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Márcio Liberbaum, presidente do ITTS, em palestra de abertura, afirmou que, embora os veículos pesados correspondam apenas a 4% da frota nacional, eles estão envolvidos em 38% dos acidentes nas rodovias federais. Ele também confirma que o teste “trouxe uma revolução no trânsito e está salvando vidas”. O Exame do Cabelo “registra a memória do uso de drogas nos últimos 90 dias” e atesta se o motorista está apto para dirigir.

Marco Túlio de Melo, diretor do Centro Multidisciplinar de Sonolência e Acidentes, reitera que há uma relação entre a fadiga dos motoristas profissionais e o uso de drogas. Quase 600 mil motoristas optaram por não renovar as carteiras de habilitação C, D e E, evitando, assim, o Exame Toxicológico.

A positividade do Exame do Cabelo confirma cada dia mais a sua importância, sendo ele uma ação eficaz em empresas que queiram combater o uso de entorpecentes no trabalho. O método apresentado pelo toxicologista Barry Sample se mostrou bastante eficiente nos Estados Unidos, confirmando que empresas adeptas ao exame sofrem menos acidentes de trabalho.

Tanto para a empresa quanto para o profissional autônomo, a obrigatoriedade do Exame do Cabelo tem se mostrado essencial para a redução de acidentes e a diminuição do uso de drogas. Por isso, se você ou a sua empresa necessitam do Exame Toxicológico, fale com a LABET. Contamos com ótimas condições de pagamento e parcelamento.

Acesse labet.com.br

Fonte: Matéria Correio.

Sobre: Exame Cabelo

Veja também

VEM AÍ UM PROGRAMA CHEIO DE VANTAGENS PARA VOCÊ, RODOVIÁRIO.

A LABET, a maior especialista em Exame Toxicológico do Brasil, conta com mais de 4 …