Home / Sobre o Exame / O que são detectados nos exames toxicológicos?

O que são detectados nos exames toxicológicos?

Os exames toxicológicos são usados para averiguação do consumo de drogas em ex-usuários em tratamento, esportistas e candidatos a concursos públicos. A partir de agora, devido à lei 13.103, motoristas profissionais que possuem CHN C, D e E também deverão fazer o teste.

Eles podem ser realizados a partir de amostras de sangue, urina e cabelo. No entanto, cada um deles possui uma janela de detecção diferente.

O exame de sangue só é eficaz caso as substâncias tenham sido consumidas até 24h antes da coleta. Por se tratar de um material que está em constante movimento e que realiza o transporte dessas substâncias tóxicas por todo o corpo, elas são expelidas de forma mais rápida pelo organismo.

A urina tem uma janela que varia de acordo com a substância, mas o consumo pode ser detectado entre 3 e 20 dias.

O exame realizado através do cabelo é o melhor método encontrado até o momento, pois o sangue contaminado com substâncias psicoativas nutre os fios e pelos através do bulbo capilar ao longo dos meses. O teste pode detectar o uso de drogas até 180 dias após sua utilização. Porém, por lei, só será considerado o consumo nos 90 dias anteriores à coleta.

A partir de março de 2016, motoristas profissionais, tanto do transporte rodoviário coletivo de passageiros quanto do transporte rodoviário de cargas, deverão ser submetidos ao exame toxicológico para renovar, mudar a categoria ou retirar a CNH. A medida servirá para reduzir o número de mortes no trânsito ocasionadas por motoristas sob o efeito de drogas.

Sobre: Exame Cabelo

Veja também

Locais com baixa adesão ao exame poderão contar com uma ampla rede de coleta da LABET.

Obrigatório para motoristas com habilitação nas categorias C, D e E, desde março deste ano, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *