Home / Geral / Os desafios de transportar medicamentos.

Os desafios de transportar medicamentos.

O setor brasileiro de transportes de medicamentos é um forte aliado para a economia do nosso país. Só em 2015, foram 18 mil empregos diretos e indiretos, além de investimentos de R$ 765 milhões. Isso corresponde a 0,36% do PIB e a 0,5% da receita operacional bruta do setor de carga rodoviária.

Tão impressionantes quanto os números são as melhorias que ainda deverão ser feitas, a começar pela clareza das informações. Muitos medicamentos precisam de transporte adequado, para garantir que sua qualidade seja mantida.

Outro ponto é a qualidade das estradas. Somente 12,4% da malha rodoviária é pavimentada. Do que é pavimentado, 57% é considerado regular, ruim ou péssimo. Isso gera consequências graves para os motoristas e caminhoneiros, pois o tempo de viagem aumenta, e, junto com ele, a necessidade de manutenções nos veículos.

Existem regras básicas para o transporte de medicamentos. Entre elas, estão as seguintes:

  • O transportador deve ter, em seu quadro de funcionários, um farmacêutico.
  • Ele também deve possuir Certificado de Regularidade, do Conselho de Farmácia.
  • Respeitar as condições de armazenamento e transporte, como baús refrigerados com manutenções em dia.

Oriente os motoristas sobre as leis e melhores práticas desse segmento tão importante. E lembre-se de que, para estar em dia para circular, o exame toxicológico de larga janela de detecção é essencial. Na LABET, motoristas profissionais das categorias C, D e E contam com infraestrutura completa para realizá-lo. São mais de três mil unidades de coleta, facilidade de compra online e excelente preço: apenas R$ 295,00, com tudo incluso. Bom para os motoristas, bom para as empresas.

Fonte

Sobre: Exame Cabelo

Veja também

7 atitudes que levam a suspensão imediata da CNH

Fique atento e conheça 7 atitudes que levam a suspensão imediata da CNH. Acredite se …